Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Mitos

Conceito:

Um mito é um relato, que narra feitos maravilhosos, protagonizados por personagens míticas sobrenaturais.

 

Os mitos estão associados a sistemas religiosos e culturais e têm como particularidade de serem considerados verídicos.

 

 

Mitos de Criação

 

São inúmeros os Mitos de Criação que o homem divulgou durante os tempos.

 

À pergunta sobre a existência de uma Vida e de um Mundo prévios à espécie interrogativa e reflexiva, o Homem construiu, na respectiva época, respostas cuidadas, a que chamamos Mitos. O mito que relata uma catástrofe que afectou e alterou todos os sistemas na Terra é partilhado praticamente em todas as culturas.

 

 

Mitos Marinhos e os Descobrimentos Portugueses

 

Antes dos Descobrimentos Portugueses, cada povo conhecia apenas o lugar onde vivia e o mar era um grande desconhecido, por isso era fácil inventar histórias sobre o que se passava nos oceanos.

 

Dizia-se que havia ondas gigantescas de água a ferver, redemoinhos borbulhantes, abismos terríveis que eram as portas do inferno e monstros terríveis capazes de engolir navios e marinheiros numa dentada. Por entre a espuma, podiam aparecer sereias, mulheres com cauda de peixe, que atraíam marinheiros com o seu canto e os seduziam, levando-os à loucura.

 

Contavam-se ainda histórias sobre as terras de além-mar. Essas terras, conhecidas como ilhas de São Brandão, eram a ideia que o homem tinha de um paraíso na terra, por isso eram caracterizadas por haver sempre bom tempo, onde os animais selvagens viviam em harmonia com os animais domésticos, onde cresciam flores e frutos nas árvores durante todo o ano, os caminhos eram cobertos por pedras preciosas, as pessoas não envelheciam e viviam sempre felizes. No entanto, tinha os seus perigos, eram habitadas por seres estranhos que só tinham um olho na testa, ou criaturas com um único pé gigantesco, outras ainda sem cabeça e olhos no tronco e homens com cabeças de cães.

 

Estes e outros mitos perderam a validade assim que os portugueses foram desvendando os mistérios dos oceanos. Mas mesmo no apogeu dos descobrimentos, haviam pessimistas que tinham medo de encarar os monstros míticos e optimistas que saíam à descoberta das ilhas fantásticas. É curioso saber que passado 200 anos da viagem de Pedro Álvares Cabral, ainda partiu das Canárias em busca das ilhas de São Brandão.

 

 

publicado por grupo2_oceano às 09:33
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 19 de Maio de 2010 às 16:31
é sempre enriquecedor aprender coisas novas e esta secção revelou-se bastante enriquecedora e coerente, com informação bem organizada e estrutrada
fico a espera de mais publicações
De Pedro Simões a 20 de Maio de 2010 às 22:24
Acho sempre interessante este aspecto dos mitos relacionados com os oceanos :) É estranho como as pessoas tinham tanto medo do desconhecido, o suficiente para inventarem criaturas fantásticas que se esconderiam nas profundezas :P Bastante bom!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Relevo Oceânico

. Poluição dos Oceanos

. Mitos

. Exploração dos Oceanos

. Fenómenos característicos...

. Relação Oceano/Atmosfera

. Apresentação do Blog

. Origem dos Oceanos

.arquivos

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds